Projeto de Ensino-Aprendizagem - PEA

 

Por MSc. Saulo C. Seiffert Santos

 

Fragmento do texto: A CONSTRUÇÃO DO PERFIL PEDAGÓGICO COMO INSTRUMENTO PARA ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA NO ENSINO DE CIÊNCIAS.

Definimos que o projeto de ensino do professor é delimitado no seu planejamento de ensino (ou de aulas), no qual não se resume ao plano mensal e anual, mais a compreensão da estrutura temática a ser ensinado, o seu desenvolvimento com autonomia, e a escolha dos instrumentos metodológicos de intervenção didático-pedagógica, até a avaliação/auto-avaliação deste planejamento. Segundo Demo (2009) é fundamental para um docente este planejamento/projeto para o seu desenvolvimento profissional. Assim, chamaremos esse projeto de “Projeto de Ensino-Aprendizagem” (PEA).

A relação anterior, pertinente à disciplina escolar, é fundamentalmente abstrata a partir do seu PEA, pois, não há estrutura física para seu objeto de conhecimento e apreensão dos assuntos (o objeto de estudo biológico na sala de aula), a não ser pelo conhecimento abstrato, no qual é construída teoricamente através da interação da ciência, pedagogia e a intencionalidade na relação professor-aluno-material instrucional-contexto (MOREIRA, 1990).

A ação do professor é referente à materialização do PEA como um instrumento idealizador na implementação dos objetivos para o processo de ensino-aprendizagem. Isto é, podemos dizer que uma construção racional desses elementos com um propósito de ensino, requer uma preparação meticulosa dos elementos pedagógicos para este tipo de trabalho. Segundo Carvalho [s.d] (p.28) o ideário pedagógico possui elementos pedagógicos, e deve-se ser coerente entre si, estes são: avaliação, aprendizagem, metodologia, o papel da escola, conteúdo de ensino, relação professo-aluno e contribuídores teóricos.

Compreendemos que o fenômeno educativo do processo ensino-aprendizagem relaciona diversos campos da pedagogia como a didática, instrumentação, prática, etc., de responsabilidade do professor, mas todas elas são organizadas a partir da teorização pedagógica, sendo assim neste texto não abordaremos detalhamentos sobre os específicos campos.

Desta forma para poder mudar a prática da repetição, herança do comportamentalismo, deve-se apoiar na construção do PEA e na analise do mesmo por meio do Perfil Pedagógico. 

 

 

CARVALHO, E. Didática para Biologia. Faculdade de Tecnologia e Ciência – ensino a distância. Arquivo digital disponível em www.ftc.br/ead. acessado em 10. jun. 2009.

 

DEMO, P. Aprendizagem no Brasil: ainda muito por fazer. 2. ed. Porto Alegre: Mediação, 2009.

 

MOREIRA, M. A. Pesquisa em Ensino: aspectos metodológicos e referências teóricas à luz do Vê epistemológico de Gowin. São Paulo: EPU, 1990.