Introdução

Fígura 1: O Vê epistemologico de Gowin.

 

A pesquisa sempre necessita de coerência, uma prática fundamentada em conceitos teóricos, fugindo do achismo, buscando o emprego da verdade no mundo que nos cerca. Porém, quais são os pressupostos para a elaboração teórica, e esta eslaboração orientar ações práticas na pesquisa?

O gráfico acima é conhecido como o Vê de Gowin que faz uma análise a pesquisa separando os tópicos teoricos (conceitos, teorias, principios, hipoteses,...) no dominio conceitual para responder a pergunta da pesquisa (no meio do gráfico) em relação ao objeto de pesquisa (abaixo do Vê) que interage com os procedimentos ou domínio metodológico (instrumento de coleta e análise de dados, transformações metodologicas, e juízos de conhecimento e valor).

Desta forma, a coerência é primada com a organização lógica. Porém, há formas de pensar isso, pois será que a entrevista com perguntas abertas é o instrumento aconselhado quando a pesquisa é quantitativa? Será que o questionário fechado é a melhor opção para pesquisa sobre a marginalidade e drogas de favelas numa postura marxista? Vamos refletir sobre os pressupostos destas teorias.